Urgentes Notícias
Publicidade

Produtora iratiense participa de filme nacional

A Central Filmes de Irati participou da produção do filme de ação “Franco no trem do medo”

Wasilewski participou das gravações de cenas e assistência de fotografia/Foto: Reprodução

Nas últimas semanas, a produtora cinematográfica Cine Central Filmes de Irati, do iratiense Pedro Henrique Wasilewski, esteve em Curitiba, Morretes e Antonina para a gravação do filme nacional “Franco no trem do medo”, onde participou na produção das cenas, principalmente as gravadas por drone. Essa foi a primeira vez que a direção utilizou o equipamento em um filme.

Nos dias em que a produtora auxiliou nas gravações também fez a assistência de fotografia, junto do diretor, Alisson Prodlik, reconhecido nacionalmente. Outra atividade foi a atuação em duas cenas do filme.

Wasilewski  comenta como foi sua participação . “Todo o filme foi idealizado pela diretora Salete, o meu desafio foi produzir as imagens com o drone a partir dos planos que a diretora definiu. Com este trabalho integrei a equipe de assistência de fotografia. Ficamos alguns dias envolvidos para realização cenas de perseguição de carro, de trem, de lancha na baía e de luta”, comenta.

O produtor iratiense gravou as cenas por drone/Foto: Reprodução

Pedro diz que para a produção de imagem com o drone seguiu as orientações e definições de enquadramentos definidos pela direção do filme, inclusive, de um plano sequência que a Salete criou inspirada no filme “Era uma vez no Oeste”, em uma cena na estação de trem de Morretes. Todo o enquadramento e planos foram orientações da direção do filme.

A produtora de Irati foi convidada através de uma equipe de produção cinematográfica de Curitiba. Quem integra é Salete Machado Sirino, professora e diretora de cinema. E conheceu Wasilewski na especialização na Faculdade de Artes de Curitiba (FAP).

“Eu fiz especialização, e a Salete foi minha professora. Ela conheceu o meu trabalho e me convidou para participar do filme. Eu contracenei com vários profissionais de diversas áreas, inclusive o Alisson que é um diretor fotografia do Rio de Janeiro,  que trabalha com o diretor consagrado do cinema brasileiro que é o Luiz Carlos Lacerda, conhecido como bigode. A professora, cineasta e diretora é uma pessoa que tem uma visão muito sensível cultural. Ela tem vários filmes no Brasil já. Terão mais gravações no futuro. Eu vou participar de mais algumas cenas”, observa o produtor iratiense.

A Central Filmes é uma produtora iratiense que foi fundada em 2015, por Pedro. Ele fez a especialização em cinema, onde Salete foi sua orientadora no projeto de conclusão de curso. A pesquisa desenvolvida foi um documentário do Primo Araujo, personagem muito conhecido em Irati e região, que ainda está sento preparado. Em Irati apenas Wasilewski trabalha na equipe.

O filme de ação teve cenas gravadas na baía de Antonina, no Paraná/Foto: Reprodução

A direção geral do filme é de Salete Machado Sirino, professora e diretora de cinema consagrada, com filmes de peso em seu currículo como “Carreiras e o Travessias, que são longas metragens. O filme tem a participação do ator consagrado do cinema brasileiro, Jackson Antunes. A Tigre Filmes também está presente na produção, assim como o grande ator de filmes de ação, Talício Sirino.

O filme será estreado em rede nacional, na televisão, festivais e nos cinemas brasileiros.  A previsão de lançamento é para 2019.

0 Comentários

    Deixe um comentário

    Login

    Welcome! Login in to your account

    Remember meLost your password?

    Don't have account. Register

    Lost Password

    Register

    x

    Publicidade